C&D Constituição & Democracia Nº 7 (Setembro de 2006) ELEIÇÕES E DEMOCRACIA

C&D Constituição & Democracia Nº 6
(Setembro de 2006)
ELEIÇÕES E DEMOCRACIA

ELEIÇÕES E DEMOCRACIA

EDITORIAL (Setembro de 2006)

Observatório da Constituição e da Democracia

A representação política está no centro do conceito moderno de democracia. Todas as imperfeições, limites, abusos e desmandos que caracterizam grande parte dos parlamentos nos dias de hoje não afastam a conclusão de que as democracias representativas ainda são hegemônicas no plano mundial. O século XX presenciou várias ondas de constitucionalismo; em todas as suas manifestações, as constituições democráticas reservam um papel destacado às casas parlamentares.

A sociedade brasileira vê-se em meio a um processo eleitoral que é ao mesmo tempo complexo, estranho e interessante. A mobilização popular é reduzida. As regras para a eleição – entre verticalização, coligações nacionais e locais, cláusula de barreira e restrições à propaganda – não são compreendidas pela maioria dos cidadãos. O Congresso Nacional vive uma crise de legitimidade e credibilidade. Recursos ilegais como grampos telefônicos e dossiês sobre candidatos começam a aparecer. E o Brasil caminha para uma nova configuração político-eleitoral.

O Observatório da Constituição e da Democracia dirige sua atenção às eleições, seus problemas, possibilidades, perspectivas e horizontes. A entrevista do número 7 de nosso caderno apresenta o Padre José Ernanne Pinheiro, Assessor Político da CNBB, da Comissão Brasileira de Justiça e Paz e membro da Comissão de Ética Pública, que desvela o olhar de setores da sociedade civil preocupados com a manutenção da democracia, a consciência cidadã manifestada no voto e a necessidade da participação popular nos processos decisórios que afetam a sociedade brasileira como um todo.

O grupo de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito, responsável pelo conteúdo das edições do Observatório, registra a importância da trajetória que vem marcando, desde fevereiro deste ano, a evolução e consolidação do formato do caderno. O número 6 foi lançado na Feira do Livro de Brasília, num encontro entre os autores, interlocutores sociais e, especialmente, o público em geral. No estande da Livraria EntreLivros, tiveram voz todos os subscritores dos textos inseridos no número 6 e foram trazidos a público, pelos integrantes da coordenação, os pressupostos que norteiam a produção do caderno: a projeção da universidade para a sociedade, por meio de um veículo aberto ao debate, à polêmica, enfim, à observação da cena constitucional e democrática da contemporaneidade.

Essa interlocução encontra uma forma especial de difusão por meio das assinaturas que vêm sendo realizadas por Instituições de Ensino Superior no Brasil. Vale ressaltar a iniciativa da Faculdade de Direito de Vitória, que passou a fornecer um exemplar do Observatório para cada um de seus professores, além de inserir a publicação no acervo de sua biblioteca. As faculdades de direito existentes em todo o país são potenciais parceiros para a veiculação do conteúdo do Observatório, que se afirma, a todo momento, como um fórum de discussão sobre as questões fundamentais que envolvem a democracia e a constituição.

Grupo de Pesquisa Sociedade, Tempo e Direito
Faculdade de Direito – Universidade de Brasília

Índice

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA E AS ELEIÇÕES
Alexandre Bernardino Costa –
Professor da Faculdade de Direito da UnB, coordenador de Extensão FD/UnB e integrante dos grupos de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito e O Direito Achado na Rua
Giovanna Maria Frisso – Professora substituta da Faculdade de Direito da UnB, mestra em Direito Internacional Público pela Universidade de Uppsala (Suécia) e integrante dos grupos de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito e O Direito Achado na Rua

VOCÊ SABE COMO SE ELEGE UM DEPUTADO?
Alexandre Araújo Costa –
Mestre e doutorando em Direito pela UnB, advogado e pesquisador do Instituto Pensamento Social (IPS)

CLÁUSULA DE BARREIRA: UM EXERCÍCIO (ANTI)DEMOCRÁTICO?
Marthius Sávio Cavalcante Lobato –
Professor substituto da Faculdade de Direito da UnB, mestre em Direito, Estado e Constituição pela UnB. Pós-graduado em Relações Internacionais pela UnB, integrante do grupo de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito e advogado

PARA UMA SAÚDE LIVRE DE SANGUESSUGAS
Ramiro Nóbrega Sant’Ana –
Servidor público do TJDFT, bacharel em Direito pela UnB, integrante do grupo de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito

TEMPO E CONSTITUIÇÃO: A INTERFERÊNCIA DO JUDICIÁRIO NAS ELEIÇÕES DE 2006
Cristiano Paixão –
Professor da Faculdade de Direito da UnB, integrante dos grupos de pesquisa O Direito Achado na Rua e Sociedade, Tempo e Direito, procurador do Ministério Público do Trabalho em Brasília
Leonardo A. de Andrade Barbosa – Professor do curso de pós-graduação em Processo Legislativo na Câmara dos Deputados, mestre e doutorando em Direito, Estado e Constituição pela UnB, integrante do grupo de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito e analista legislativo na Câmara dos Deputados

ENTREVISTA COM O PADRE JOSÉ ERNANNE PINHEIRO
VOTO NÃO TEM PREÇO, TEM CONSEQUÊNCIAS
José Geraldo de Sousa Junior
– Professor da Faculdade de Direito da UnB, integrante do Núcleo de Estudos para a Paz e Direitos Humanos da UnB. Integrante dos grupos de pesquisa O Direito Achado na Rua e Sociedade, Tempo e Direito 12

ELEIÇÕES, DIREITO E POLÍTICA
Menelick de Carvalho Netto
– Doutor em Direito Constitucional pela UFMG, professor de Filosofia do Direito e Teoria da Constituição, coordenador de pós-graduação da Faculdade de Direito da UnB e integrante do grupo de pesquisa Sociedade, Tempo e Direito

OBSERVATÓRIO DO LEGISLATIVO
EXTINÇÃO DA REELEIÇÃO
Benedito Calheiros Bonfim
– Ex-presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros, da Academia Nacional de Direito do Trabalho e ex-conselheiro federal da OAB

LEI Nº 9.840 CONTRA A CORRUPÇÃO ELEITORAL: CONQUISTAS E RISCOS
Márlon Jacinto Reis – Juiz de Direito no Maranhão, diretor da ABMPE, integrante do Comitê Nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral

OBSERVATÓRIO DO JUDICIÁRIO
DEFESA DA CONSTITUIÇÃO, CORTES SUPREMAS E ESTADO SOCIAL DEMOCRÁTICO
Luiz Edson Fachin – Professor da Faculdade de Direito da UFPR, mestre e doutor em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP, pós-doutorado pelo Ministério das Relações Exteriores do Canadá, professor convidado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da PUC/RS, da UNESA, da Universidade Pablo de Olavide, de Sevilha, Espanha. Integrante do Instituto de Direito Constitucional e Cidadania (IDCC), do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), do Instituto dos Advogados do Paraná (IAP), da Academia Paranaense de Letras Jurídicas e da Academia Brasileira de Direito Constitucional. Integrante do Instituto de Altos Estudos da UFMG, da Associação Andrès Bello de juristas franco-latino-americanos

OBSERVATÓRIO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS
OS CONFLITOS AGRÁRIOS E OS LIMITES DA ATUAÇÃO DO JUDICIÁRIO
Cloves dos Santos Araújo
– Mestre em Direito pela UnB, com bolsa concedida pela Fundação Ford, professor da Faculdade Ruy Barbosa (FRB) e da Faculdade Baiana de Ciências (FABAC), advogado membro da Rede
Nacional de Advogados Populares (RENAP) e da Associação de Advogados dos Trabalhadores Rurais (AATR)

OBSERVATÓRIO DO MINISTÉRIO PÚBLICO
INTENÇÃO E GESTO

Ubiratan Cazetta – Procurador da República no Estado do Pará e vice-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República

O BRASIL E AS DORES DO PÓS-COLONIALISMO
Boaventura de Sousa Santos – Diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra

Publicado por Paulo Rená

Mestre em Direito, Estado e Constituição (UnB), professor universitário, pesquisador, ativista, servidor público federal, foi gestor da elaboração coletiva do Marco Civil da Internet no Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: